Tanque na reserva: por que evitar?

Com os altos preços do combustível, por mais tentador que seja economizar combustível, a prática de abastecer o veículo apenas com o tanque na reserva deve ser evitada. Isso porque rodar nessas condições pode ser extremamente prejudicial para o carro.

Listamos quais são os principais riscos de rodar com o tanque na reserva. Olha só!

Riscos de rodar com o tanque na reserva 

Para muitos motoristas, andar com o carro na reserva pode não parecer algo tão prejudicial assim. Porém, essa prática, quando recorrente, pode causar danos permanentes no veículo.

Além disso, rodar com o tanque na reserva pode representar um custo alto para o motorista, que terá que fazer os reparos necessários no veículo, causados pela prática.

Falhas de funcionamento na bomba de combustível

A reserva, ou o “fundo” do tanque, pode acumular impurezas do combustível, quando esses resíduos assentam. Usar sempre o tanque na reserva pode fazer com que estes resíduos entrem na bomba, podendo provocar falhas de funcionamento.

Além disto, nem todos sabem, mas o combustível também é utilizado como meio de resfriamento da bomba. Portanto, se o tanque está quase vazio, o superaquecimento dessa estrutura pode acontecer, causando sérios danos ao veículo.

Pane seca

Fique sempre atento ao nível de combustível e use a reserva apenas em casos de emergências. Um dos primeiros problemas de rodar nessas condições é o risco de acontecer uma pane seca.

Uma vez que não se sabe a quantidade exata de combustível restante, fica impossível estimar quantos quilômetros ainda é possível percorrer.

Multa e perda de pontos na carteira

A pane seca, ou falta de combustível, é considerada infração pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB). O documento diz que é obrigação legal do condutor do veículo verificar se há ou não combustível suficiente para a viagem.

Portanto, quando o motorista for pego com o veículo nessas condições, ele terá que pagar uma multa de R$ 85,13, além disso ele perde quatro pontos na carteira e ainda tem o veículo guinchado.

Qual é o limite de combustível?

Segundo especialistas, o mais adequado é rodar com o veículo com no mínimo 1/4 de combustível no tanque. Essa é a quantidade ideal para garantir que o carro receberá combustível suficiente para fazer os sistemas que dependem dele funcionarem com a melhor eficiência.

Mas afinal, quanto de reserva um veículo possui? Isso vai depender de cada modelo, mas geralmente são entre 5 e 8 litros. Ou seja, quando o combustível atingir esse nível, vai surgir uma luz no painel do veículo avisando que o mesmo já está rodando com o tanque na reserva.
Portanto, sempre que o alerta surgir, recomendamos que realize o abastecimento o mais rápido possível, de forma a evitar a perda de eficiência e danos permanentes no veículo, além da multa e perda de pontos no CNH.

Aproveite e leia também: 

Cuide bem de seu FIAT e para consultar nossos modelos e a capacidade de combustível no tanque, acesse www.deltafiat.com.br ou nos contate pelo (32) 3257-2700 ou WhatsApp (32) 8436-1851. Não deixe nos siga no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *