Nova tecnologia: Fiat inicia o uso dos exoesqueletos

A todo momento novas tecnologias são criadas para ajudar a simplificar nossa rotina. No mercado de trabalho elas visam a otimização na produção dos serviços. A Fiat aderiu uma dessas invenções e iniciou o uso dos exoesqueletos na fábrica de Betim, em Minas Gerais.

 

O exoesqueleto é um conjunto de equipamentos, usados nos membros superiores e inferiores do funcionário que tem objetivo de dar sustentação para o corpo, para assim auxiliá-lo em tarefas que exigem esforço físico ou movimentação.

 

O investimento, de cerca de 80 mil reais, começou a ser utilizado quando a fábrica se preparava para a montagem do Argo. A partir de uma análise realizada por um programa de linha de montagem virtual foi possível verificar que o desgaste físico dos funcionários fazia com que a produção rodasse mais lentamente. A solução então foram os exoesqueletos, a vestimenta absorve peso e esforço, reduzindo o cansaço daqueles que executam funções que exigem muito dos músculos das pernas, braços, ombros e coluna.

 

A fábrica de Betim é a única da América Latina a contar com a nova tecnologia. Porém, devido aos bons resultados obtidos, a Fiat pretende expandir a utilização do equipamento para outras fábricas, em Córdoba na Argentina e outra em Campo Largo no Paraná.

 

Benefícios

 

  • O equipamento deixa mais confortável o trabalho dos funcionários, tornando-o mais ágil e produtivo, aumentando a qualidade dos processos.

 

  • A adaptação acontece de maneira rápida e natural. Depois de um período o uso do exoesqueleto passa a ser quase imperceptível.

 

Confira no vídeo o exoesqueleto sendo usado pelos funcionários da Fiat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *