Macacos para carro: conheça os diferentes tipos e como utilizá-los

Se você é motorista e já passou por uma situação de emergência com um pneu furado na estrada, você entende a importância dos macacos para carro. O equipamento será o seu principal aliado para sair deste tipo de situação.

Afinal, ninguém está isento de passar por momentos deste tipo, concorda?  Logo, o mais adequado é você se preparar para caso algo parecido venha a acontecer com você.

Nós vamos ajudá-lo (a) com isso. Preparamos algumas das principais informações que todo motorista precisa saber sobre o assunto.

Até o final do artigo, você terá acesso as seguintes informações:

  • Quais os tipos de macacos para carro?
  • Atenção às normas de segurança!
  • Como utilizar macacos para carro? 

Quais os tipos de macacos para carro?

Existem três categorias distintas de modelos de macaco de carro no mercado automotivo: do tipo mecânico, hidráulico e elétrico.

Eles se diferenciam, basicamente, por suas estruturas e também pela tecnologia utilizada para elevar o veículo do chão.

Mas afinal, como escolher o melhor modelo dentre tantas opções de macacos para carro? Para tomar essa decisão é preciso levar em consideração dois fatores principais: o tamanho do seu veículo, assim como o tipo de manutenção que será realizada.

Vamos explicar um pouco sobre cada um dos tipos de macacos de carros a seguir. Confira:

1. Macaco Hidráulico

É o tipo de macaco de carro mais comum entre os motoristas. Isso acontece pelo fato de ser um equipamento de fácil manuseio, que não exige força na hora de elevar o veículo.

Além disso, o macacos hidráulicos suportam capacidades de pesos bastante elevadas, e também são fáceis de transportar no próprio carro.

Tipos de macaco hidráulico: 

  • Macaco Jacaré: este modelo conta com rodinhas em sua composição para facilitar a locomoção do veículo. Ele conta com uma alavanca em sua estrutura, que vai fazer com que o carro passe por uma elevação lateral. Suporta veículos de até 2 toneladas;
  • Macaco garrafa: seu principal diferencial é o fato de suportar veículos muito pesados (de até 15 toneladas) e por ser compacto, facilitando também sua armazenagem.

2. Macacos para carro mecânico

Também é um equipamento que não exige grandes esforços por parte do motorista para conseguir elevar o veículo.

Porém, alguns motoristas podem sentir dificuldade de acoplar o equipamento no carro, e temem que com isso possam danificar a lataria.

Porém, basta seguir as instruções do próprio automóvel do local correto para usar de apoio e você não terá grandes transtornos para utilizar este modelo de macaco.

Tipos de macaco mecânico:

  • Macaco joelho: possui uma manivela e alavanca e utiliza uma canaleta como suporte para elevar o carro. Ergue o carro no sentido oposto, levantando o carro apenas de um lado;
  • Macaco sanfona/tijolinho:  este tipo de macaco vai fazer uma pressão vertical no veículo. Logo, vai empurrá-lo para cima e levantá-lo lateralmente. Sua estrutura é composta por um sistema de movimentação de alavanca e base plano da ferramenta.

3. Macaco elétrico

O macaco elétrico é também de fácil manuseio e não exige qualquer tipo de força por parte do motorista.

Para que o equipamento funcione ele deve ser conectado ou na bateria do carro ou no acendedor do mesmo.

Atenção às normas de segurança!

O manuseio de macacos para carro pode ser muito perigoso se não for feito com cautela. Portanto, para evitar acidentes, é importante que os motoristas sigam determinadas normas de segurança. Como por exemplo:

  • O macaco deve, necessariamente, estar posicionado em uma superfície plana;
  • O freio precisa estar acionado quando for utilizar o equipamento;
  • Não é recomendado deixar o veículo em posição suspensa por um período muito longo;
  • Veja bem onde é o ponto de apoio do carro e certifique-se de ter estacionado o veículo em um local seguro;
  • Tenha um kit de emergência no carro: chave de roda, triângulo de sinalização, um estepe e claro, o macaco.

– Leia também: Direção defensiva: conheça as boas práticas para dirigir e evitar acidentes

Como utilizar macacos para carro? 

Como dissemos o manuseio correto é fundamental para garantir a segurança na hora de elevar o veículo.

O Centro de Experimentação e Segurança Viária, entidade que estuda e faz avaliações sobre a segurança veicular, preparou algumas orientações para quando os motoristas precisarem utilizar macacos para carro.

  • O primeiro passo deve ser sinalizar o local onde parar o carro. Para isso, coloque o triângulo em uma distância superior a 30 metros. Caso esteja próximo de curvas essa distância pode ser maior. Lembre-se também de ligar o pisca alerta.
  • Feito isso, você precisa puxar o freio de mão e manter o carro engatado na primeira marcha. Isso vai evitar que o veículo se mexa durante a troca de pneu.
  • Afrouxe as porcas ou parafusos (apenas meia volta em cada um) antes mesmo de suspender o veículo.
  • Fixe o macaco no ponto indicado no manual, certificando-se de que ele esteja apoiado em solo firme.
  • Alguns macacos possuem manivela de abertura e fechamento integrada no próprio sistema. Outros vão precisar da utilização de uma chave de roda para que seja feito o movimento.
  • É hora de realizar o levantamento: solte as porcas ou parafusos por completo, e então substitua a roda. Volte depois para apertar as porcas/parafusos antes de baixar o carro. Quando o mesmo estiver no chão faça um aperto final para certificar de que está seguro. E pronto, troca realizada com sucesso.

– Leia também: Quando trocar os pneus do carro? Veja como descobrir o momento ideal

Gostou do artigo? A Delta Fiat é uma concessionária Fiat em Juiz de Fora com mais de 25 anos de experiência. Confira outros assuntos no nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.