Ponto cego do carro: como identificar e dicas para dirigir com segurança

O ponto cego do retrovisor é a área ao redor dos automóveis que não pode ser observada de modo direto pelo condutor. Esses pontos são as áreas da estrada que não podem ser vistas ao olhar para frente ou para trás, através de qualquer retrovisor e espelho lateral. 

É comum ouvir relatos de pessoas que se envolveram em acidentes de trânsito dizendo que o veículo apareceu do nada. E, provavelmente, o motorista está dizendo a verdade. 

Muitos acidentes acontecem por conta do ponto cego do carro, áreas em que o motorista fica sem a visibilidade em torno do veículo. Por isso, separamos dicas que irão te ajudar a dirigir com segurança e evitar acidentes. 

Por que temos pontos cegos no carro? 

A visão humana é capaz de prestar atenção em objetos diretamente na linha dos nossos olhos, mas não temos uma visão periférica tão boa.

Os espelhos retrovisores servem para nos ajudar com isso. Se a nossa visão não nos permite ver o que está muito ao nosso lado e atrás de nós, eles proporcionam uma ótima alternativa sem termos que colocar a cabeça para fora do veículo e olhar para trás. 

Ainda assim, não podemos enxergar tudo aquilo que está em volta do veículo quando estamos dirigindo, porque alguns objetos criam pontos cegos no carro.

Alguns exemplos de pontos cegos no carro são as faixas atrás dos pilares, os encostos para cabeça e até as pessoas no carro. Alguns objetos externos, como carretas ou bagageiros externos, também podem atrapalhar.

Como reduzir os pontos cegos no carro? 

A visibilidade é muito importante na hora de tomar decisões no trânsito e na estrada, é preciso tomar precauções para que esses pontos cegos no carro sejam reduzidos. 

Separamos pontos fundamentais que devem ser observados. Confira. 

  1. Encontrar a forma certa de se sentar. Coloque as pernas sobre os pedais e posicione o banco de forma que elas estejam apenas levemente dobradas.
  2. Acerte a inclinação do banco: ela não pode ser nem muito acentuada, nem muito reta, para não criar mais pontos cegos no carro.
  3. Encoste a cabeça e olhe para o retrovisor interno. Você precisa ajustá-lo de forma que ele mostre o máximo possível do vidro traseiro.
  4.  Observe se na traseira há ainda pilares, encostos de cabeça, passageiros, espelhos e carga que possam atrapalhar a visão. 
  5.  Confira se os espelhos estão ajustados de modo correto. Essa prática reduz a probabilidade de acidentes, particularmente na pista.  

O ponto cego do carro ao dirigir 

Se os retrovisores externos estiverem corretamente posicionados, os pontos cegos nas laterais já não são mais problema, mas existe um local que é impossível de observar na maioria dos veículos: atrás da pilastra traseira.

As motos representam um risco maior. Por serem menores, elas somem com mais facilidade dos espelhos retrovisores dos carros. Tenha cuidado e redobre a atenção para identificar motos ultrapassando seu carro. 

 Existem dois fatores complicadores envolvendo ponto cego nas motos. O próprio capacete diminui a visão periférica do condutor, pois tem um campo de visão limitado. Além disso, é  comum que os motoristas bloqueiem a visão ao instalar retrovisores menores, diferentes dos originais.

Se você estiver dirigindo um carro, uma forma de evitar problemas é sempre que for trocar a faixa dê uma leve “balançada” no carro para o sentido oposto. 

Dessa forma, se houver uma moto se escondendo nos pontos cegos do carro, você irá deslocar o veículo para enxergá-la.

Em casos de pontos cegos causados por objetos fora do veículo, um carro pode estar fora do seu campo de visão e aparecer subitamente, causando batidas frontais. Nesse caso, é preciso ter paciência para lidar com a imprudência dos outros.

No caso dos caminhos de carga, eles não contam com espelho retrovisor traseiro. Por isso, os veículos mais modernos já se valem do uso da tecnologia para fazer com que a direção seja mais segura. 

É o caso de retrovisores panorâmicos, que deixam o entorno do veículo mais visível. Outro uso da tecnologia são os sensores e alertas, que avisam a aproximação de veículos menores. 

É possível acabar com todos os pontos cegos do carro? 

O ajuste dos espelhos retrovisores ajudam muito a diminuir o ponto cego do carro, mas não acabam com o problema. 

Isso porque, como já mencionado, os carros possuem ponto cego estrutural, ou seja, ponto em que a própria estrutura do veículo esconde parte da via, como pilares, encostos de cabeça etc. 

Por isso, é importante saber identificar o ponto cego do carro, estar ciente de que a visibilidade poderá ficar comprometida neste ponto e tomar o máximo de cuidado, principalmente, ao tentar mudar de faixa.

A melhor dica é estar consciente de que algo fora do seu campo de visão sempre pode aparecer. Dirigir com atenção é o melhor caminho para evitar acidentes.

A Delta Fiat sempre está à disposição para sanar suas dúvidas e ajudar você a ter a melhor experiência possível no trânsito. 

Leia também:  Checklist de segurança do carro: dicas importantes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.