Multa por pneu careca: qual o valor a ser pago?

Os pneus são um dos componentes mais críticos para a segurança no trânsito .Ignorar o estado deles pode não apenas colocar em risco sua vida e a dos outros, mas também resultar em penalidades legais, incluindo a multa por pneu careca. 

Mas, você sabe qual o valor a ser pago por essa infração? Quais os riscos de rodas com os pneus nesse estado? Vamos esclarecer essas e outras questões neste artigo. Continue a leitura e se informe. 

Importância dos pneus para a segurança veicular

Os pneus são o único ponto de contato entre o veículo e a estrada. Sua condição é vital para garantir a aderência, estabilidade, e capacidade de frenagem do carro. 

Portanto, um pneu em bom estado pode ser a diferença entre uma parada segura e um acidente grave.

O que é um pneu careca?

Um pneu careca é aquele que perdeu sua banda de rodagem essencial, comprometendo sua funcionalidade básica. 

A banda de rodagem desgastada diminui significativamente a eficiência do pneu em manter o veículo estável e seguro, especialmente em condições adversas de pista, como as molhadas, aumentando o risco de acidentes por derrapagens e aquaplanagens.

Leia também: Quando trocar os pneus do carro? Veja como descobrir o momento ideal

Como identificar um pneu careca

Identificar um pneu careca é muito importante para garantir a segurança, além de evitar multas desnecessárias. Aqui estão alguns indicativos:

  • Marca de desgaste (TWI): Pneus possuem indicadores de desgaste que, quando nivelados com a banda de rodagem, sinalizam a necessidade de substituição;
  • Profundidade dos sulcos: A legislação brasileira determina que a profundidade mínima deve ser de 1,6 mm;
  • Desgaste irregular: Pode indicar problemas de alinhamento ou balanceamento.
  • Observação visual: Áreas lisas na banda de rodagem são sinais claros de desgaste.
  • Data de fabricação: Pneus têm uma vida útil recomendada de até 6 anos, independentemente do desgaste visual.

Valor da multa por pneu careca

Agora, vamos  direto à questão principal: a multa por pneu careca. No Brasil, conduzir um veículo com pneus em mau estado de conservação é considerado uma infração grave. 

Essa infração resulta em uma multa de R$ 195,23 e a adição de cinco pontos na CNH do motorista. Além disso, existe a possibilidade de o veículo ser retido até que a situação seja regularizada, conforme estipulado no artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro.

Leia também: Rodízio de pneus é realmente necessário? Veja como fazer

Riscos de rodar com pneu careca

Rodar com pneu careca é uma prática de risco que coloca em perigo não só a segurança do motorista e dos passageiros, mas também de todos ao redor da via. Abaixo detalhamos os principais riscos de rodar com pneus desgastados:

Redução da aderência e aumento da distância de frenagem

A principal função da banda de rodagem de um pneu é manter o máximo de contato com a superfície da estrada, permitindo que o veículo mantenha a aderência necessária para a condução segura. 

Um pneu careca perde essa capacidade, resultando em um controle reduzido do veículo, especialmente em curvas ou em manobras de emergência. Além disso, a falta de aderência aumenta significativamente a distância necessária para a frenagem, elevando o risco de colisões.

Risco de aquaplanagem

Um dos riscos mais sérios de rodar com pneus carecas é a aquaplanagem, fenômeno que ocorre quando uma camada de água se forma entre os pneus e a estrada, levando à perda de tração e ao controle do veículo. 

Isso pode acontecer em velocidades relativamente baixas, especialmente em pistas molhadas. Os sulcos dos pneus são projetados para expulsar a água e evitar esse fenômeno, mas um pneu careca não consegue desempenhar essa função, aumentando drasticamente o risco de acidentes em dias de chuva.

Risco de explosões 

Pneus desgastados são mais suscetíveis a danos, incluindo explosões, que podem ser catastróficas em alta velocidade. 

A falta de proteção da banda de rodagem expõe a estrutura interna do pneu a objetos pontiagudos e a variações extremas de pressão e temperatura, aumentando o risco de falhas repentinas.

Danos ao veículo

Rodar constantemente com pneus carecas não apenas aumenta o risco de acidentes, mas também pode causar danos significativos a outras partes do veículo. 

A suspensão, os amortecedores e a estrutura do veículo podem sofrer devido ao impacto e à vibração excessivos causados pela falta de amortecimento adequado dos pneus.

Como recorrer da multa de pneu careca?

Receber uma multa por excesso de velocidade pode ser uma experiência frustrante, especialmente se você acredita que a penalidade foi aplicada injustamente ou por engano. 

Se você se encontra nessa situação e está considerando recorrer da multa por excesso de velocidade, aqui está um guia passo a passo sobre como proceder:

1. Defesa Prévia

A defesa prévia é sua primeira linha de defesa contra a multa recebida. Esse passo inicial permite que você apresente uma argumentação contrária à penalidade antes mesmo de ela ser efetivamente aplicada. 

Você deverá enviar uma carta ao órgão emissor da multa, normalmente dentro de um prazo que varia de 15 a 30 dias após ter recebido a notificação. Essa carta deve conter:

  • Seus dados pessoais completos e do veículo em questão;
  • Informações detalhadas sobre a multa, como data, hora, local, e motivo;
  • A justificativa para sua defesa, explicando por que a multa é indevida;
  • Cópias de documentos que sustentem suas alegações, como fotos, atestados médicos, ou comprovantes de que você não estava no local no momento da infração.

2. Recurso em Primeira Instância

Caso sua defesa prévia não seja aceita, ainda é possível recorrer à Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI). 

O recurso para a JARI segue um formato similar ao da defesa prévia, mas é a sua chance de refinar seus argumentos, especialmente contra os pontos específicos que foram negados anteriormente. 

Aqui, a qualidade e a precisão das informações fornecidas podem fazer a diferença, portanto, é essencial detalhar bem seus pontos de contestação e anexar todas as provas pertinentes.

3. Recurso em Segunda Instância

Se o recurso na JARI também não for bem-sucedido, ainda resta a opção de recorrer ao Conselho Estadual de Trânsito (CETRAN) ou, em alguns casos, ao Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN). 

Essa etapa é a última instância administrativa para a contestação de multas de trânsito. Assim como nas etapas anteriores, é fundamental que seu recurso seja bem fundamentado, com argumentos sólidos e documentação comprobatória.

Leia também: Calibragem de pneus: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Importância da prevenção e manutenção

A melhor maneira de evitar a multa por pneu careca e garantir a segurança é através da prevenção e manutenção regular do seu veículo. 

Portanto, isso inclui verificar a profundidade dos sulcos regularmente, manter os pneus calibrados, e realizar balanceamento e alinhamento periodicamente.

Conte com a Delta Fiat para realizar a revisão do seu veículo com o máximo de qualidade e segurança. Clique na imagem abaixo e agende um horário agora mesmo. 

Banner para agendar revisão na Delta Fiat

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *